Carros Wiki
Advertisement

World Grand Prix Logo.png

O Grand Prix Mundial, também conhecido como WGP ou GPM, era uma competição internacional de corrida que é o centro de Carros 2.A competição foi criada e organizada pelo Sir Miles Eixoderroda para promover o seu novo ''combustível alternativo limpo'' Allinol. A competição consistia em três corridas: A primeira em Tóquio, Japão; a segunda em Porto Corsa, Itália e a terceira em Londres, Inglaterra. A competição unia os 11 melhores corredores de todos os tipos para determinar o carro mais rápido do mundo. Globie é o mascote oficial do Grand Prix Mundial.

Carros de corrida de todas as categorias foram convidados para o evento, mas não teve vencedor, já que a corrida de Londres foi interrompida por uma série de anomalias que finalmente acabaram quando Miles Eixoderroda foi preso. O Grand Prix Mundial era o alvo de uma conspiração para sabotar a corrida, causado pelo criador de armas alemão: Professor Zündapp. O espião britânico Finn McMíssil descobriu a conspiração e se organizou para detê-la. No final do filme, foi revelado que o Grand Prix Mundial foi criado pelo Miles Eixoderroda apenas para tornar o mundo contra os combustíveis alternativos. É desconhecido se o Grand Prix Mundial continuou após Carros 2.

Os eventos foram dirigidos pela RSN, e as corridas foram comentadas pelos comentaristas: Darrell Cartrip, Brent Mustangburger e David Hobbscap.

Histórias de Temporada[]

2011[]

No primeiro (e possivelmente único) Grand Prix Mundial, as corridas foram sabotadas. Na primeira corrida, Acer e Grem explodiram o motor de Miguel Camino, Rip Clutchgoneski e Max Schnell com uma carga de radiação. Depois de um erro de Relâmpago McQueen, Francesco Bernoulli ganhou a primeira corrida em Tóquio.

Na segunda corrida em Porto Corsa, mais três motores foram explodidos, que foram os de Carla Veloso, Nigel Marcha e Shu Todoroki. A explosão do Shu Todoroki fez com que ele girasse e atingisse Miguel Camino, Max Schnell, Raul Ligerrô e Rip Clutchgoneski. Relâmpago McQueen venceu a corrida. Na última corrida em Londres, a corrida foi suspensa porque o Mate entrou na pista dirigindo de ré e levou o Relâmpago McQueen com ele para fora da pista. Depois da surpresa, Miles Eixoderroda foi preso porque ele controlava o evento para tornar o mundo contra os combustíveis alternativos. O Grand Prix Mundial acabou em Radiator Springs, quando McQueen convidou todos os corredores para correr lá.

Depois do desastre em Londres, é desconhecido se haverá outro Grand Prix Mundial.

Eventos do Grand Prix Mundial[]

  • Festa de boas-vindas em Tóquio
  • Corrida de Tóquio
  • Corrida de Porto Corsa
  • Corrida de Londres (suspensa)
  • Corrida de Radiator Springs (não oficial)

Pistas[]

Todas as pistas do Grand Prix Mundial são longos circuitos rurais com partes de terra.

  • Circuito de Tóquio
  • Circuito de Paris (Corrida Excluída)
  • Circuito de Porto Corsa
  • Circuito da Floresta Negra/Stuttgart (Corrida Excluída)
  • Circuito de Londres

Corredores[]

OBSERVAÇÃO: Lino Wolfspur foi deletado do filme.

Nome Número País
Francesco Bernoulli 1 Itália
Lewis Hamilton 2 Inglaterra e Granada
Max Schnell 4 Alemanha
Miguel Camino 5 Espanha
Raul Ligerrô 06 França
Shu Todoroki 7 Japão
Carla Veloso 8 Brasil
Nigel Marcha 9 Inglaterra
Rip Clutchgoneski 10 Nova Rearêndia
Lino Wolfspur 00 Alemanha
Jeff Gorvette 24 Estados Unidos
Relâmpago McQueen 95 Estados Unidos

Patrocinadores[]

  • Dinoco
  • Petroll
  • Petrolla
  • UKML
  • Fizzy
  • Ackley's
  • UK Motor Lubs
  • Lassetyre
  • ROstyle
  • Texoil
  • Benzina
  • Lots-O'-Abraços Carro Urso
  • Allinol

Funcionários[]

  • Darrell Cartrip
  • Brent Mustangburger
  • David Hobbscap
  • Alex Carvill
  • Erik Laneley

Curiosidades[]

  • Originalmente, o Grand Prix Mundial seria composto de 5 corridas. A corrida na França seria estilo ''Le-Mans 24 Horas'' e a corrida na Alemanha seria estilo ''DTM Rali''. Mas essas corridas foram excluídas porque o filme ficaria muito longo. No entanto, elas aparecem na versão Nintendo DS de Carros 2: O Vídeo Game.
  • O nome ''Grand Prix Mundial'' muda de acordo com o país, por exemplo no Japão: ワールドグランプリ (Wārudoguranpuri), na Itália: Mondiale Grand Prix e na Inglaterra: World Grand Prix.
  • Não há nenhum corredor com o número #3 (Jeff Gorvette originalmente teria o número #3).
Advertisement